Em 2018 a economia argentina sofreu um duro golpe. A inflação esperada é de cerca de 43% e a desvalorização da moeda em relação ao dólar foi de quase 100% saltando de 18 pesos por dólar em abril, para 42 pesos no ápice da crise cambiária. Hoje a cotação gira em torno dos 36 pesos por cada dólar.

 

A razão da Argentina sofrer tanto assim nesse ano é uma soma de vários fatores.

1) O país possui uma das economias mais frágeis do mundo e é muito suscetível às crises internacionais.

2) O Estado argentino possui um enorme gasto público e a conta no final do mês não fecha, mesmo tendo uma das mais altas cargas de impostos do mundo. Esse ano o governo teve que recorrer a um empréstimo do FMI (Fundo Monetário Internacional) para poder honrar os seus compromissos.

3) O governo de Donald Trump nos Estados Unidos entrou em uma guerra comercial com a China com o fim de levar de volta aos Estados Unidos empresas americanas que estavam instaladas na Ásia. Porém sempre que há períodos de turbulências econômicas, os investidores internacionais saem de mercados emergentes como Brasil, México, Turquia, Indonésia e Argentina e levam os seus dólares para um mercado mais seguro e onde é menos provável que tenham perdas, como os Estados Unidos e Europa.

Leia Mais:

4) O Federal Reserve (Banco central dos Estados Unidos) aumentou a taxa de juros, e uma vez mais, os investidores internacionais procuram proteção de seus investimentos com mais segurança e agora ganhando um pouquinho mais com o aumento dos juros dos Estados Unidos.

5) O descrédito da moeda nacional –  A economia argentina é dolarizada e os seus habitantes  compram imóveis, carros e fazem poupança em dólares. Ante qualquer dúvida ou desconfiança com relação à economia, todos correm para as “notas verdes”.

via GIPHY

A Argentina passou por tudo isso esse ano de 2018 e teve a sua moeda bem desvalorizada. O lado bom de tudo isso (se é que há um lado bom), é que ficou mais barato e atrativo e barato para os turistas e estudantes estrangeiros que querem passear e viver no país vizinho.

Caso queira saber mais, confira esse vídeo abaixo:

WhatsApp chat