Para entender um pouco mais como é ser um estudante de medicina na UBA, conversamos com alguns alunos para entender as dificuldades e a percepção que cada um tem sobre o curso.

COMO SÃO AS AULAS NA UBA?

Todo o curso é dividido por cátedras, e em cada uma delas as aulas são aplicadas de uma forma diferente, apesar de seguirem um currículo pré estabelecido. Cada cátedra executa as aulas de uma maneira distinta, mas todas abordam os mesmos temas e matérias.

Essas matérias contam com um Teórico-Prático semanal, de presença obrigatória, onde o aluno repassa na prática todo o conteúdo da semana. Além disso, existem seminários que a faculdade oferece, de presença não obrigatória, onde os docentes irão explanar e aprofundar os pontos principais do cronograma.

uba-medicina-clarin

Fonte: Clarin Seminário na Faculdade de Medicina – UBA

 

A faculdade oferece os recursos, mas o aluno precisa se esforçar, e quem está de fora pode não entender muito bem o processo. O Adimilson é aluno de Medicina e no começo também estranhou o ensino: “Uma pessoa que não está de fato na carreira tem uma visão de que a faculdade não disponibiliza aulas suficientes, mas além das aulas, a UBA disponibiliza muitos seminários que ajudam o aluno a absorver o conteúdo”.

uba-medicina-estudar

Adimilson Oliveira

“…a UBA disponibiliza muitos seminários que ajudam o aluno a absorver o conteúdo”

 

 

 

Para Hannah, estudante do 1º ano de medicina, a maior dificuldade foi descobrir como estudar: “Demorei um pouco para criar uma rotina de estudos e uma ‘lista de prioridades’ entre os temas das aulas. O sistema autodidata se mostra difícil no começo e requer muita disciplina e dedicação”, conta.

Outro obstáculo, que já falamos no post anterior, é o idioma. Por isso é importante praticar o espanhol dentro e fora do ambiente universitário.

ROTINA DE ESTUDOS NA UBA

Em um sistema autodidata, criar uma rotina de estudos é fundamental. Existem espaços nas bibliotecas com uma ótima estrutura para os alunos, mas é importante ter disciplina.

Para a Hannah, os cursos particulares fora da UBA foram uma opção: “No inicio busquei cursos de apoio, foi importante no começo da cursada porque me ensinou a priorizar e ter uma visão macro dos assuntos. Depois de alguns meses optei por continuar sem o curso. Também tentei frequentar todos os seminários ministrados na faculdade. Em relação a organização, busco dividir os temas da semana ao longo dos dias e tento estudar mais de uma matéria por dia, para não acumular nem deixar passar nada”.

uba-medicina-argentina

Hannah Paraquett

“O sistema autodidata se mostra difícil no começo e requer muita disciplina e dedicação.”

 

 

 

VANTAGENS DE ESTUDAR MEDICINA NA UBA

Os métodos de ensino da UBA dão aos alunos a liberdade de executarem a carreira com autonomia. Os seminários, por exemplo, são ministrados em diferentes horários, atendendo à demandas de diferentes alunos. Como o estudante não tem muitas aulas obrigatórias na faculdade, o tempo livre pode ser aproveitado de acordo com a rotina e outras obrigações de cada aluno.

A chave é entender que absorver matéria depende muito mais da sua organização pessoal do que do conteúdo.

CONVÊNIOS INTERNACIONAIS OFERECIDOS PELA UBA

Além da qualidade do ensino, muitos alunos escolhem a UBA pelos convênios internacionais, que abrem muitas portas. O Adimilson pretende se formar e tentar algum programa em faculdades de outros países, que são parceiras da UBA, para ter mais uma experiência internacional. A Hannah também quer aproveitar o reconhecimento internacional da UBA e tentar cursar as matérias do IAR em outro país.

Alguns alunos vêm com o objetivo de voltar ao Brasil (em breve faremos um post sobre o Revalida, que é a validação do diploma estrangeiro no Brasil). A experiência de viver e estudar fora do Brasil é enriquecedora e estimulante, e com as tantas possibilidades que se abrem, a pergunta que fica é: para que lugar do mundo eu vou agora?

 

Texto por: VB e Nathalia Maria

 

Você estuda Medicina na UBA? Qual a sua opinião sobre as aulas? Tem alguma dica sobre método de estudo? Conta pra gente nos comentários.

WhatsApp chat