Buenos Aires reflete a diversidade de todas as cores do arcoíris. Vibrante, aberta e cheia de opções, a capital porteña convida a todos a viverem sua própria liberdade da maneira que melhor refletir a sua individualidade.

 

Que a Argentina sempre foi um país laico e de olho nos direitos de todes não é novidade para ninguém. O país tem progredido muito nos último anos quando o assunto é a comunidade LGBT+. A lei da união civil é de 2002 e a do Matrimônio Igualitário é oficializada desde 2010, permitindo assim que na prática todas as pessoas tenham os mesmos direitos civis. Se é amor, seja como for. 🙂 Também, existe a lei da Identidade de Gênero, permitindo com que pessoas  possam modificar seus nomes em documentos de acordo com sua identidade de gênero e, se assim desejarem, o acesso a troca de sexo. 

Refletindo todas as liberdades e direitos adquiridos pelo país, Buenos Aires é um dos destinos favoritos da comunidade LGBT+ de acordo com a premiação British LGBT Awards, que consolidou a capital argentina como uma das mais buscadas pelo turismo gay. Desta maneira, Buenos Aires se consolida como a capital gay da América Latina, onde expressar o amor é um direito adquirido.

Esta posição não é por menos. Com diversas atrações artísticas, vida cultural vibrante, ótimo bares e restaurantes, gente hermosa, festas incríveis, somado a uma sociedade que respeita a diversidade sexual, tudo isso levou Buenos Aires a este patamar de alta procura pelo público LGBT+.

A ideia deste post não é fazer um guia de lugares “gay-friendly”. Afinal, todos os lugares deveriam respeitar a diversidade. O que faremos é indicar alguns dos lugares onde o público LGBT+ curte frequentar e acreditamos serem ótimos para conhecer.

la-plop-ba

Fonte: Vuenosairez

 

WORK BAR: ambiente cool, gente bonita e incríveis drinks fazem deste lugar uma boa pedida. Além disso, depois da meia-noite, vários DJ’s fazem a festa no lugar.

PEUTEObar com noites temáticas de lipsynch, drags e karaokê.

CLUB 69: uma das festas mais famosas de Buenos Aires no lendário Club Niceto. Festa eletrônica e com shows de drags.

LA PLOP: tradicional festa de sexta à noite. Música pop e diversas performaces. Festa mais teen.

MACHO: público joven, música latina e vários bailarinos.

HUMAN: música electrônica e muito pop levam à noite portenha a loucura. Procure saber sobre a festa Rheo, versao semanal da Human.

-Outras: Whip, Glitter, Warhol, Contramano, Amerika e Glam.

 

Os lugares em que a comunidade LGBT+ está presente não param de crescer, resultado de uma sociedade mais tolerante e respeitosa. E Buenos Aires, tem muito para oferecer, não importa a sua forma de amar.

 

lgbt-BA

Texto por: VB e Giovani Giordani

 

 

 

WhatsApp chat